Okinawa: cordão que flutua no mar.

Acabamos de chegar a um consenso sobre o nome do filme:

Okinawa: cordão que flutua no mar.

Há uma série de traduções literais possíveis para o kanji 沖縄 (Okinawa). O primeiro caractere significa mar aberto, alto mar. O segundo se refere à corda, cordão, um trançado de fibras.
“Cordão que flutua no mar” remete à forma alongada do pequeno arquipélago deitado entre o Mar da China Oriental e o Oceano Pacífico.
Mas transcendendo seu lugar, esta cordão, de tanto flutuar, atravessou os setes mares no seio de seu povo migrante e veio parar deste lado do mundo. Que caminhos percorreu o cordão, fibras trançadas por milhares de anos, histórias e horas de navio? Para aonde irá em tempos tão modernos?
O cordão segue flutuando nos mares de seus descendentes. E os liga, às vezes sem mesmo saberem, à história de seus pais, avós e antepassados.
É um pedaço desta viagem, dos caminhos de um cordão que flutua no mar, que este documentário quer contar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: